O número de imóveis comercializados ao longo do 3º trimestre de 2018 apresentou um leve crescimento em relação ao mesmo período do ano passado. Diante desse fato, é possível afirmar que a tendência deste fim de ano é essa elevação se manter e ganhar ainda mais força em 2019.

Se você deseja saber mais detalhes sobre quais as perspectivas do mercado imobiliário em 2019 e como o crescimento deste ano incentiva essa tendência, confira o post preparado pelo Meu Imóvel!

Situação do mercado imobiliário no 3º trimestre de 2018

De acordo com levantamentos realizados pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação), entre julho e setembro de 2018 a compra e venda de imóveis em todo o estado teve um ligeiro crescimento. Só no último mês, foram comercializadas 1.943 unidades — 124 a mais em relação ao mesmo mês do ano passado.

Contudo, foi no mês de agosto que o mercado imobiliário brasileiro apresentou seu maior crescimento. Enquanto no ano passado o número de imóveis comercializados neste mês foi de 1.865, em 2018 a quantidade foi de 2.581 — valor, aproximadamente, 30% maior.

Ainda, em julho de 2018, o crescimento da venda e compra de imóveis também foi visível, atingindo a marca de 1.542 propriedades comercializadas ao longo do mês. Se comparado ao mesmo mês do ano anterior, quando esse número foi de 1.238, o índice de elevação chega a ser, em média, 25%.

Na tabela abaixo, é possível verificar melhor o crescimento obtido pelo setor ao longo do 3º trimestre de 2018.

Mês 2017 2018 Variação em %
Julho 1.238 1.542 19,71%
Agosto 1.865 2.581 27,74%
Setembro 1.819 1.943 6,38%
Total 4.922 6.066 18,85%

Já sobre o acumulado dos últimos 12 meses, o período entre setembro de 2017 e agosto de 2018 também registrou crescimento em relação aos mesmos meses de 2016 e 2017. De acordo com o Secovi-SP, o total de unidades comercializadas foi de 28.800 — quase 11% a mais em relação ao ano anterior quando atingiu 18.100.  

Além disso, o total de negociações feitas entre janeiro e setembro de 2018 foi de 18.067 — um aumento de 41% em relação aos nove primeiros meses do ano passado, quando o número foi de 12.810.

Expectativas para o mercado imobiliário no fim de ano

Os meses de novembro e dezembro, tendo em vista os índices desses meses no ano anterior, são os com o maior registro de compra e venda de imóveis. Só no ano passado, nesse período, o total comercializado foi de 8.838 unidades, alavancado por uma série de fatores que facilitaram o processo de financiamento de imóveis.

Diante desses dados, somado ao pagamento do 13º salário no fim do ano aos trabalhadores CLT, a tendência é a comercialização de imóveis ser impulsionada em novembro e dezembro de 2018.

Em aspectos econômicos, seguindo a tendência de crescimento, a economia brasileira expandiu 1,74% entre julho e setembro deste ano, após ter encolhido 0,79% entre abril e junho. Além disso, pela terceira vez consecutiva, o Banco Central reduziu a previsão de inflação para 2018, passando de 4,4% a 4,23%.

Recentemente, ocorreu o aumento do limite de crédito concedido a todos aqueles que desejam comprar apartamentos novos fazendo uso do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Agora, em todos os estados brasileiros, o valor máximo de uma propriedade é de R$ 1,5 milhão, facilitando quem está àa procura de um novo lar.

Previsões do mercado para 2019

De acordo com Celso Petrucci, do Secovi-SP, “a expectativa é que entremos em um novo ciclo de crescimento do mercado imobiliário a partir de 2019”. Isso porque, a inflação prevista no próximo ano é de 4,21%, com margem de erro entre 2,75 e 5,75%, e meta definida pelo Banco Central de 4,25%.

Outro fator importante capaz de determinar um novo ritmo de crescimento do mercado é a Selic (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia) ser mantida em 6,5% desde março deste ano. Ainda, a previsão é essa taxa não sofrer alteração ao longo de 2019, contribuindo por um melhor juros do financiamento imobiliário.

O valor dos imóveis em 20 cidades brasileiras, de acordo com o índice FipeZap divulgado no Vitacon, em 2017, sofreu redução de 0,53% em relação a 2016. Diante desse indicador, as pessoas se viram mais interessadas em financiar um novo imóvel, contribuindo no crescimento do setor neste e no próximo ano.

O mercado imobiliário em 2019 prevê um aumento no número de lançamentos e, consequentemente, no número de compra e venda de imóveis. Por isso, aproveite este fim de ano e começo do próximo para dar entrada em um dos diversos apartamentos disponíveis no site do Meu Imóvel. Acesse já!

Copyright © 2017 blog.appmeuimovel.com é uma iniciativa do appmeuimovel.com